6 razões para amar a simulação

6 razões para amar a simulação

No passado, os engenheiros gastavam muitas horas desenhando à mão uma solução perfeita para os problemas que seus superiores ou clientes lhes apresentavam. Em seguida, eles enviavam essas soluções para análise de comportamento dos materiais e na maioria das vezes eram informados de que os testes haviam falhado. Eram horas, dias, semanas e meses de trabalho desperdiçados e a única coisa que havia a ser feita é voltar para a prancheta.

Hoje, os engenheiros de projeto não apenas têm computadores poderosos para ajudá-los a trabalhar de maneira mais inteligente e rápida, como também podem usar ferramentas de simulação para analisar o comportamento dos materiais.

Aqui estão seis razões para amar a simulação:

1    Você pode consertar seus projetos antes que eles quebrem na vida real

Seu projeto pode aguentar o calor? Como ele se comporta nas altas temperaturas?

Aqui está uma maneira fácil de descobrir: faça uma análise térmica dele com ferramentas de simulação que funcionam com seu programa de design existente.

Os softwares de simulação ajudam os engenheiros a realizarem análises estruturais, térmicas e de vibração com um conjunto abrangente de recursos de análise de elementos finitos para que você possa analisar e validar o desempenho de seus protótipos virtuais em 3D.

Se os materiais que você está usando para construir o seu produto ou a maneira como você o projetou não conseguem funcionar sob estresse, você pode descobrir isso rapidamente antes que eles existam no mundo real.

2    Você pode descobrir como eles realmente funcionam

Você tem especificações de projeto, sabe o que seu design deve fazer e acha que vai funcionar como esperado. Mas, como você sabe com certeza até construí-lo? Quando usa a simulação no design você pode testar suas suposições e certificar-se qual delas realmente está certa.

3    Você pode pular alguns protótipos

Empresas inteligentes projetam protótipos antes de enviá-los para produção, mas a prototipagem é lenta e cara.

Quando você projeta com simulação, você pode pular algumas rodadas de prototipagem porque seu software lhe dirá onde e como seu projeto vai falhar antes de investir em um protótipo físico.

4    Você não precisará ter muito retrabalho

Você gostaria de reduzir seu retrabalho em até 30%? Pense em todo o tempo que você poderia gastar trabalhando em novos projetos.

Uma empresa de design alemã, a Kontec GmbH , cortou cerca de 30% do retrabalho de sua equipe desde que começou a projetar com a simulação, porque eles conseguiram encontrar e corrigir problemas no início do processo de design.

5    Você pode aproveitar as mesmas ferramentas que você já está usando

Quem tem tempo ou energia para aprender todo um novo software? As ferramentas de simulação de hoje são incorporadas ao software de design que você já usa.

Elas funcionam de forma integrada com o software CAD 3D para que você não precise gastar muito tempo reconstruindo seus modelos virtuais antes de começar a trabalhar com simulação.

6    Você estará se juntando aos melhores fabricantes de produtos do mundo

A Aberdeen Research queria descobrir o que os 20% das pequenas e médias empresas (PMEs) estavam fazendo para diferenciá-las de seus concorrentes.

Uma diferença eles encontraram. Elas usam simulação em todo o processo de design.

 De acordo com o estudo da Aberdeen, as melhores PMEs da categoria são:

  • 21% mais propensos a usar a simulação para informar decisões de compromisso ao determinar arquiteturas de sistema ideais.
  • 42% mais propensos a avaliar várias forças físicas simultaneamente.
  • 55% mais propensos a usar ferramentas de simulação que analisam o comportamento do produto no nível do sistema, o que oferece melhor visibilidade de como os componentes interagem entre si.

Não fique mais fora deste mundo. Torne sua empresa mais produtiva e eficiente na elaboração e validação de seus produtos.

DICA EXTRA

A simulação não é apenas uma ferramenta para aperfeiçoar um projeto que você já estabeleceu. A simulação permite que você otimize seu design, em vez de repetir e testar cada uma das interações que você criar.

Você pode criar estudos de viabilidade e otimização para atingir metas. Por exemplo, você pode querer otimizar a espessura da peça para não exceder a tensão máxima permitida. Se você puder medi-lo, poderá otimizá-lo.

Quer obter as melhores práticas dos principais designers? Baixe o nosso eBook 5 Melhores Práticas de Design com Simulação .

5 melhores práticas de design com simulação

 

Compartilhe este post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *